UM GOLE DO UNIVERSO

em crônicas

Em 2016 coloquei como uma das metas do ano "Aprender a fazer um bom nhoque", mas foi só no final de 2018 que finalmente fiz um nhoque com cara e sabor de nhoque. Um prato que eu pensei "Eu pagaria por isso em um restaurante. Não pagaria muito caro, mas pagaria". E considerando meus talentos gastronômicos, pra mim isso foi uma baita conquista, que só foi possível porque eu me empenhei muito mais do que nos anos anteriores. Em um mês eu fiz mais nhoques (e tentativas de nhoques) do que a soma de todas as tentativas dos dois anos anteriores. Eu aprendi empiricamente que a repetição constante é um importante hábito para aprendermos a fazer algo que exige técnica, tal como escrever... Que é uma das minhas metas de 2019 :)

  • Karen Harumi

#puntacanabiaele

Atualizado: 20 de Set de 2019

"Eu ainda lembro de todos sentados na sala da Bam escutando a Bialena contando que o Toto a havia pedido em casamento no Chile. A gente ria e ainda nem sabia quão mais mágico a história ainda podia ser.


O amor é tão contagiante que une corações às vezes em celebrações como o lindo casamento da Bialena e do Toto e às vezes em abraços e pulos espalhados em uma festa de 2h que parecia uma rave de uma semana inteira com todo mundo dançando axé e nadando de roupa de gala na piscina.


O amor de vocês despertou o melhor em nós.


Esse texto vai ficar grandão, mas eu quero muito contar o quão importante o convite de vocês, Beatriz e Leandro, foi pra mim:


Depois de descobrir que dividiria o quarto com a Cintia sem nem ainda saber que compartilharíamos muito mais do que babyliss e protetor, a viagem já estava sendo mágica. Então veio a saga do vestido, em que fiz não só uma nova amiga, mas vivi uma história que quase ninguém acredita (obrigada mesmo, Amanda!) e que merece um espaço um dia pra si só! Aí quando eu achava que não ia conseguir trocar todos os dólares que eu ia precisar para estar com vocês, brotou gentileza na minha vida! Da minha família que não me deixou desistir de tentar e da Vanessa que me encontrou mesmo doente e que sempre acredita em mim mesmo eu sendo a pessoa mais perdida e confusa da vida dela! CARACA! EU JÁ ESTAVA CHEIA DE AMOR ANTES MESMO DE EMBARCAR!!! ❤


Eu passei quase um mês inteiro sem sair, contando moedas (literalmente) e torcendo pra que pensamento positivo fosse suficiente, mas não foi. Precisou de esforço, humildade, consideração e aprendizado para não deixar que a minha desorganização financeira me impedisse de celebrar o casamento de vocês com sorriso ao invés de preocupação. Troquei os dólares no último dia na bita, com aquela emoção que eu juro que não queria ter na minha vida, mas que eu sempre me enfio. E O DÓLAR CAIU BEM QUANDO EU FUI TROCAR! Isso pra mim foi muito cósmico hehehe Um sinal de que tudo daria certo!


Eu sei, eu não deveria ter criado tanta expectativa, mas como a Yumi disse: todas elas foram superadas!!!! E agora estou trabalhando isso dentro de mim para não ficar mal acostumada.


Ainda no avião eu lembro de estar meio chorosa, tentando não acordar a Cintinha, enquanto eu assistia um episódio de Handmaid's Tale e eu pensei “Meu Deus! Não posso chegar desse jeito toda vermelha e inchada lá não!” E então eu encontrei The Marvelous Mrs. Maisel e entre o intervalo dos meus cochilos intermitentes naquele voo eterno, rindo baixinho da série (sobre uma comediante), eu lembrei de quando a minha Niq (não a nossa Nick) me disse que uma das minhas grandes qualidades era o riso e eu achei um elogio de educação na época - mas que na verdade era real, sincero e hoje sei que sou muito privilegiada por ter tal qualidade (obrigada Niquerito!) e que era isso que eu desejava oferecer para vocês! Talvez eu não pudesse dar uma geladeira que canta, mas eu sabia que também não era isso que vocês desejavam de nós... E tudo se confirmou quando no Uber Pool indo pra piscina, a Bialena falou “Eu só queria que todos estivessem felizes, você acha que o pessoal está gostando?” e eu pensei “UHUUUULLL! EU TO DANDO O PRESENTE CERTO!” (e recebendo).


Eu estava muito feliz!! E nem era por causa dos vinhos o dia inteiro!!


Aí veio a festa de “Ano Novo” e eu adorei aquela força tarefa que eu e a Beatriz Yumi fizemos para te arrumar (vou confessar que foi um sonho realizado te maquiar e tacar uns brilhos nas suas pálpebras!! Agora só falta a Yumi deixar fazermos o mesmo nela!! hahah), e o fotógrafo elogiar foi o que precisávamos pra saber que não deixamos você sair do quarto parecendo um palhacinho, que era o meu maior medo dessa responsabilidade. E lá na festa eu consegui conversar com o Flávio por muito tempo e compreender TUDO O QUE ELE FALOU! Isso foi mágico por si só (olha, Yumi!)! Lá estava eu aprendendo tanto enquanto saboreava um drink que futuramente eu ia descobrir ter whiskey! WHISKEY! Quando na minha vida eu ia imaginar esse combo de coisas que pareciam impossíveis?


E o dia mais corrido, mais bonito e mais feliz, veio tal como precisava ser. Alguém falou (e eu não lembro quem agora) que até a chuva foi cósmica, porque deixou a areia compacta pra ninguém afundar, o clima ficou mais agradável para os que estavam de terno e saia comprida e as fotos saem muito mais bonitas do que com o sol estourado! Tudo foi tão lindo! A tia Sony, o tio João e a avó do Toto de rosa com cílios imensos ❤

Lembro de quando fomos ao seu quarto, com medo de você estar horrorosa, já que você havia nos chamado exatamente para sermos sinceras, mas será que a gente ia conseguir? Não sei se ser de Áries é suficiente pra esse momento.

Você abriu a porta e o elogio saiu sem nem eu pensar! Eu não sei como eu poderia pensar que você ficaria feia! Tive a sensação que se você casasse com um saco de lixo ainda estaria linda, a maquiagem ajudou, mas acho que o que mais te deixou bonita era que você estava feliz ❤ Sei que fotograficamente falando é difícil de acreditar, mas não acho mesmo que houvesse nada que fosse te enfeiar, mesmo que um cavalo arrumasse o seu cabelo.


E aquele Toto todo lindo e choroso?? Quem é que aguenta??


Eu me sentia muito privilegiada por estar lá. Não por ser Punta Cana, mas por ter conquistado amizades tão ricas, lindas e revitalizantes quanto a jacuzzi no quarto do Hard Rock. Se o casamento fosse aqui dentro do meu quarto desarrumado, eu ainda me sentiria muito privilegiada. Eu sempre me sinto bem de estar ao lado de vocês.


E aí veio aquela festa incrível (toda hora que eu lembro da festa toca Shot na minha cabeça e eu lembro do Toto pulando hehe). Dançar É o Tchan com a tia Sônia e ter a minha primeira balada com as BIAS em SEI LÁ QUANTOS ANOS!!!!!! Por isso que a gente não pode desistir de sonhos :)


Ver vocês dois com o coração aberto me inspirou a abrir o meu.

Lá estava eu abraçando a Nick e o Douglas me sentindo parte de uma família muito maior do que o sangue me deu. Abrançando a Tama e verbalizando pela primeira vez o quanto eu a admiro e me sentia insegura ao seu lado por ver nela algo tão incrível que eu não sabia muito bem como reagir. O que era o Felipe segurando a minha bolsa pra mim? hehehe Vinha ajuda da onde eu nem esperava!


Nossa, só de lembrar já quero chorar de novo!


De tomar café rindo com a Bink, a Dani, o Dani e o Daniel por mais que isso pudesse me parecer tão improvável antes de viajar. Tomar café com a Lívia e o Mey rindo de momentos que ainda estávamos vivendo. Dar o cílios (eu gosto muito de cílios hahah) para a Nathalia e relembrar da alegria da companhia dela em Aruba, que quase estava sendo enuviado na memória e conhecer aquela filhinha fofinha de óculos escuro. De dançar fielmente mesmo nos shows mais vazios com o Nick, a Amanda e o Rodrigo. De jantar com seu pai e a sua mãe e relembrar de quando vocês moravam no apartamento todo espelhado, no prédio Gaivota (adoro gaivotas e achava até isso cósmico na época), quando eu ainda só torcia para ter mais dias com vocês na minha vida.


E quando vocês todos partiram e eu tava lá na praia sozinha... Eu achei que ia ficar triste, mas eu pensei muito. Muito mesmo. Foi o primeiro momento que parei para raciocinar tudo o que eu estava vivendo e foi impossível ficar triste: não bastando os momentos que compartilhamos na piscina, todos os restaurantes, aquele SPA que me fez gostar até de massagem no ombro e NO COTOVELO!! De abalar na balada dos Velhos e Perucas... A companhia de tanta gente sensacional... Não bastando tudo isso... Eu me senti igual à vocês, que eu merecia estar lá com vocês. Não porque vocês diminuíram, mas porque eu cresci ao lado de vocês. Eu me tornei mais forte, mais sábia, mais feliz, mais confiante, mais sincera. O amor de vocês me modificou diretamente e indiretamente e hoje eu me amo muito mais do que antes dessa viagem. O amor de vocês chegou até à minha família que ficou feliz de me ver voltar feliz!! É uma corrente enorme e muito forte que eu tenho certeza que se extende para a vida das pessoas próximas dos outros convidados também ❤


...Teve uma turbulência que pegamos no segundo voo chegando em Punta Cana, que passamos por uma nuvem imensa, muito branca. E pra não pensar na tensão de morrer (mesmo que sem dor, como disse o Ved), aquilo me fez sentir como se passássemos em um portal para um mundo mágico paralelo...

Um mundo onde é sol todo dia, que toca The Killers quando ando na rua como um musical. É ISSO! Essa viagem foi como um musical muito bem feito e eu to lá em pé aplaudindo até agora, logo depois de participar em cima do palco!! Essa viagem merece um Tony Awards! Um mundo onde todo mundo se ama do seu jeito, que os copos se enchem sozinhos e há ceviche de vieira. Um sitcom onde todo mundo se esbarra e quando você se despede de um, logo aparece outro em cena. Um mundo onde o Michael Jackson não tem muito recurso financeiro e arrasa no Power Point e ainda pega carona com o Batman. Um mundo onde recebo elogios em inglês e espanhol pela minha performance de Shakira rouca, com a Cíntia como testemunha (mesmo ela nem acreditando muito!!), que eu canto Spice Girls com a Tama e ainda temos 3 fã extasiados com a nossa apresentação. Um mundo onde eu escutava mais a voz do Bon Jovi do que da moça do metrô, onde o Nick desce a raba com Metallica de fundo. Um mundo onde a gente é feliz 24/7!! Éramos felizes até dormindo!! Sério! Eu não me lembrava que isso era possível!


No começo eu tinha medo de postar coisas sobre a viagem e de alguma forma parecer que eu estava ostentando uma vida que não me pertence. Até o momento que eu percebi que o que tornava a viagem tão rica, não era aquela areia (maravilhosa, por sinal), nem o all inclusive, mas eram vocês! Todos vocês! E que essa vida me pertence sim! Que eu estava lá com vocês e que mesmo agora, aqui em casa só com minhas gatinhas, eu quero vivenciar o máximo dessa experiência! Que é o mínimo que eu posso oferecer para vocês, que tão gentilmente organizaram tudo para que fosse maravilhoso com eficiência e sucesso, e para todos que me desejaram boa viagem quando eu ainda tinha medo de nem viajar! Como disse a minha sábia irmã Erika

(E as pessoas achando que eu exagerei na empolgação dos stories no Instagram hahahah Eu juro que cortei muita coisa!)


Muito obrigada por me permitirem fazer companhia na vida de vocês e principalmente nessa viagem e nessa data especial. Ainda mais como madrinha!

Muito obrigada Toto por fazer companhia para uma das minhas melhores amigas e por você mesmo ter se tornado um grande amigo para mim! E, claro, por todos os waffles com Nutella que dividimos!

E muito obrigada Bia por fazer companhia para o meu grande amigo e todas as vezes que fomos sinceras uma com a outra e não deixamos as nossas rusgas serem maiores do que o nosso amor! Eu sei como é difícil amar alguém que não se amava muito, mas se hoje eu gosto tanto de mim é muito porque eu sempre gostei de você! Eu tenho tanto orgulho de você e de estar ao seu lado!

Que a relação de vocês seja cheia de roupas lavadas com cheiro de amaciante, de chuveiros que não estejam entupidos, de chinelos que não arrebentam na rua e todas essas coisas cotidianas que fazem a vida mais gostosa! Além de todas as outras coisas grandiosas que todos desejaram à vocês e à Mimi e a Pixie ❤


Amo vocês.

Caraca, eu amo mesmo vocês.

Obrigada! #puntacanabiaele


(Adendo: obrigada à todos os outros que fui madrinha antes, Mônica, Yumi, Coxinha, Gabz e minhas irmãs. Eu tinha medo da responsabilidade de ser importante na memória de alguém, mas sempre fui muito feliz pela oportunidade de estar lá com todos vocês! Mesmo que antes eu talvez não soubesse demonstrar! Obrigada à todos por me deixarem participar da vida e de tudo da celebração de vocês tão de perto, principalmente eu que nunca uso óculos nas cerimônias heheh Amo todos vocês e que nos próximos anos eu possa sempre honrar o privilégio de tais convites!!)"



[originalmente publicado em 27 de junho de 2019 no Facebook]



Algumas das pessoas que fizeram essa viagem e a festa serem memoráveis

e o casal que nos inspirou por serem tão amáveis



44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Bardaria

 
 

Em ©2021 eu ainda estava morta.